Ilimite Cósmico, novos rumos no RJ!

20180491_1814062058904163_8215971287026106368_n

Depois do sucesso de público e vendas que a exposição ‘Ilimite Cósmico’ de Pilar Domingo vêm causando por onde passa, chegou a vez de Ipanema.

Em abril desse ano a exposição inaugurou em Lisboa, Portugal, com algumas pinturas, impressões em fine arte e diferentes suportes e uma projeção de video arte. No mês de junho inaugurou na Casa Benet Domingo destacando a série completa de pinturas e apresentando a transição da gravura em metal até a fine art. Agora a exposição chega na Galeria Maria de Lourdes Mendes de Almeida, em ipanema, apresentando uma série inédita de impressões em alumínio e o video arte ‘Imersão Ilimite’.

Para quem já viu a exposição será um possibilidade de conhecer uma faceta inédita dessa magnífica série, e pra quem ainda não teve a chance de ver a exposição é chegada a hora de mergulhar no ‘Ilimite Cósmico’.

Ilimite Cósmico em Ipanema

Esperamos vocês!

Galeria Maria de Lourdes Mendes de Almeida
Rua Joana Angelica, 63 – Ipanema – Rio de Janeiro
Tel: 2525 1006 www.candidomendes.edu.br

Apoio:
Casa Benet Domingo
Serra & Mar, Turismo

Sitio Solidão
VColor

 

Ilimite Cósmico no Rio de Janeiro

Convite expo Ilimite Cósmico net

Após dois meses de exposição em Lisboa, finalmente é hora do Rio de Janeiro receber a magnífica exposição ‘Ilimite Cósmico’. Com pinturas em técnica mista sobre impressão em tela e a coleção de fine art, a artista apresenta nessa série uma imersão no universo onírico.

A inauguração será no dia 22 de junho, quinta-feira, às 19h.

A artista também convida para um bate papo e visita ao ateliêr no dia 25 de julho, domingo, das 15h às 17h. Para esse encontro é necessária inscrição prévia via e-mail: contato@casabenetdomingo.com

Quer saber mais da exposição em Portugal!? Confira nosso site http://www.casabenetdomingo.com/casanomundo-lisboa/
http://www.casabenetdomingo.com/casa-no-mundo-palestra-na-universidade-de-aveiro/

Fique ligado nas nossas redes sociais! pois também haverá programação relacionada a exposição durante o mês de julho :)

#somosartecaiçara

PROJETO ARTE CAIÇARA  com Pedro Benet

Convite exposição

O artista Pedro Benet, ministrou no mês de maio as oficinas de pintura sobre madeira no Centro Cultural Casa Larangeiras em Angra dos Reis e inaugura hoje a exposição com as obras realizadas pelos participantes. Não deixe de conferir a produção desse projeto que conta com o apoio da Technip FMC, Terminal Portuário de Angra dos Reis e a Prefeitura de Angra.

Confira um pouco da oficinas:

 

#pilardomingo #lisboa #casanomundo

Ilimite Cósmico de Pilar Domingo invade LX Factory em Lisboa.

Ilimite Cósmico de Pilar Domingo

No mês de abril a artista Pilar Domingo invadiu Liboa (PT) com a exposição ‘Ilimite Cósmico’ que ficará em cartaz até o final do mês de maio.

Exposição extendida até fim de maio

Partindo de projeções de videoarte que são depois plasmadas sobre diversos suportes através de gravura, pintura, colagem e fine art, Pilar Domingo apresenta uma série de trabalhos que, anulando as tradicionais fronteiras entre técnicas, expressam com maior vigor o seu objetivo: revelar um universo – paralelo àquele que normalmente percecionamos – em que não existem limites.

O universo que Pilar Domingo vê, intimamente ligado aos reinos da natureza, pode, através deste original processo de criação, ser veiculado com toda a sua força e magia, trazendo para a superfície das obras o próprio mistério que a artista pretende ver respondido: “procuro vestígios passados de histórias futuras no DNA dos tempos”.

 

Representada em museus e coleções particulares de diversos países, Pilar Domingo tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde os anos 80, tendo construído um percurso expositivo que alia monumentalidade – tanto a nível de formato como de espaço intervencionado – a uma ancestralidade e força natural absorvidas nas expedições que empreende (Matro Grosso, Sudeste Asiático, África) quando não está dedicada à instituição que pessoalmente dinamiza, a Casa Benet Domingo, no Rio de Janeiro. Chegou agora a vez da LXFactory a receber.

studioteambox.orgstudio@teambox.ptfacebook.com/studioteambox – 965 786 793

Pilar Domingo no MAC-Paraná

A artista Pilar Domingo, esteve presente na exposição ‘Anos 60/70- Um Panorama’ com curadoria do Ronald Simon, no Museu de Arte Contemporânea do Paraná, inaugurada no dia 16 de março.

Anos 60/70 um panorma

Anos 60 | 70: Um Panorama

Nos anos 1960, a mostra “Opinião 65”, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, estabeleceu-se como marco na história da arte contemporânea brasileira. Idealizada pelo marchand Jean Boghici, teve como organizadora (termo usado na época) a crítica Ceres Franco, e contou com a participação de 29 artistas brasileiros e estrangeiros. A presença da figuração com conteúdo crítico, político e social podia ser percebida principalmente nas obras dos artistas brasileiros como uma resposta à conjuntura do país no momento – era o começo da ditadura militar. Em 1967, no mesmo museu, a exposição “Nova Objetividade Brasileira” apresentou uma inclinação para superar os suportes tradicionais (pintura, escultura, etc.), em proveito de estruturas ambientais e objetos, mas contou ainda com obras figurativas.

Constituído principalmente por obras premiadas nos Salões Paranaense, o acervo do MAC/PR não se formou sob conceitos atrelados a critérios museológicos ou históricos. Contudo, se nos atermos a um período específico, como as décadas de 1960 e 1970, o acervo acaba revelando certas semelhanças estéticas e a utilização de meios que apontam para algumas tendências de determinado momento da história da arte contemporânea brasileira.

Antonio Dias, Rubens Gerchman, Pedro Escosteguy, Tomoshige Kusuno, Marcelo Nitsche, Ana Maria Maiolino, Carlos Zílio, Solange Escosteguy – nomes emblemáticos da época, que expuseram em uma ou em ambas exposições citadas, e que também participam desta – se alinham aos outros artistas presentes na mostra pelo afastamento do abstracionismo e suas vertentes e, consequentemente, pela aproximação das correntes artísticas que buscavam a volta da figura (nova figuração, figuração narrativa, pop art, etc.), assim como pelo desejo de abandonar a tela tradicional no final dos anos 1970. Portanto, mesmo sem ser um inventário dessas duas décadas, a exposição “Anos 60 | 70: Um Panorama” deve ser vista como um breviário de tendências da época, que acabaram repercutindo nos Salões Paranaenses.

Ronald Simon

Curador

 17389181_1312976378757040_6644151468766734932_o 17389231_1312975848757093_7145044288226558642_o 17434608_1312978778756800_5879332444743699277_o17310198_1312976602090351_2681511324258985554_o